14/10/2019 / by Administrador

Campanha Engenharia Solidária recolhe tampinhas na sede do Conselho

Aderindo à Campanha da ONG Engenharia Solidária, que realiza ações coletivas que visam ajudar ONGs e protetores independentes que atendem animais, o CREA-RS, em sua sede, será um dos pontos de coleta de tampinhas plásticas. A iniciativa veio da conselheira Eng. Seg. Trab. Roselaine Cristina Mignoni, da Câmara de Engenharia de Segurança do Trabalho e professora na Universidade de Caxias do Sul, que apresentou a ideia na reunião da Coema. A Eng. Roselaine fará a coleta das tampinhas e as levará para o depósito da UCS.

O Projeto Engenharia Solidária, coordenado pela professora Rejane Rech, surgiu de alguns alunos e professores da área das Engenharias da UCS, ligada à Federação Nacional dos Engenheiros (FNE), fundada em 25 de março de 2003. Hoje, a iniciativa, que visa o bem-estar de animais em situação de vulnerabilidade, ultrapassou essa fronteira e agrega voluntários unindo a cidade na causa da saúde animal. Desde o início do projeto, em 2015, até este ano, já foram retiradas da natureza muitas toneladas de tampinhas plásticas.

O projeto recolhe exclusivamente tampinhas plásticas, isso porque são confeccionadas em polipropileno PP, obtendo um bom valor de revenda no mercado de recicláveis, são densas e ocupam pouco volume. As doações podem ser de tampinhas de garrafas pet (refrigerantes, água mineral, entre outras), de produtos de limpeza, de produtos alimentícios (margarina, maionese, creme de leite) e de produtos de higiene (shampoo, condicionador).

A ONG Engenharia Solidária conta com voluntários para recolher as tampinhas nos pontos de coleta e levar até o depósito na UCS; separar as tampinhas, retirando materiais estranhos e também separando as limpas das sujas, embalar em sacos; carregar os sacos já triados até a empresa compradora; preparar material gráfico para as campanhas e administrar as Redes Sociais.

O processo de triagem das tampinhas é fundamental, pois garante que materiais metálicos tais como tampas metálicas, lacres de alumínio, e outros materiais sejam descartados. Isso porque, a empresa que compra o material coloca as tampinhas diretamente em moinhos, e tais contaminantes poderiam danificá-los. O dinheiro arrecadado é destinado para a compra de ração e entregue nas seguintes organizações: HELP VIRA-LATAS, PAC – Proteção Animal Caxias e também para protetores independentes.

Participe. A caixa de coleta ficará na recepção na sede do CREA-RS, em Porto Alegre.

 

Fonte: CREA-RS.